Jogador peruano – e Trauco – é aguardado para voltar aos treinos. Contratação de Fernando Uribe e fragilidade de liminar suíça sobre suspensão dão tom de fim de relação entre jogador e clube


Nesta segunda-feira vão faltar 40 dias para o fim do contrato de Paolo Guerrero com o Flamengo. Uma das maiores contratações da gestão Eduardo Bandeira de Mello, o peruano vive fim de relação com o Rubro-Negro. Ele embarca esta noite em Lima para o Rio de Janeiro e é aguardado nesta segunda no Ninho do Urubu para retornar ao trabalho com o Rubro-Negro – o time de Mauricio Barbieri treina em tempo integral nesta segunda-feira.

Em 2018, devido à suspensão por doping, Guerrero fez apenas seis partidas – três pelo Fla (duas pelo Brasileiro e uma pela Copa do Brasil) e outras três pela seleção peruana, na Copa do Mundo.

O lateral-esquerdo Trauco também tem reapresentação marcada para esta segunda-feira. O jogador manifestou desejo de deixar o Rubro-Negro em entrevista durante a Copa do Mundo. Estava insatisfeito com a reserva e mirava oportunidade no futebol europeu. O Flamengo ainda não recebeu qualquer proposta pelo lateral peruano. Contratado livre – em fim de contrato com Universitario (PER) -, o Rubro-Negro vai ao mercado buscar outro lateral se Trauco deixar o Fla.

A situação de Guerrero não é tão simples como o presidente Bandeira tem colocado em entrevistas coletivas. Não existisse o processo aberta no Tribunal Federal Suíço, que ainda pode cair após a Copa do Mundo, a renovação divide o Conselho Diretor do Flamengo. Bandeira é entusiasta de Guerrero, mas muitos de seus pares não defendem a renovação.


Sondagens do mundo árabe

Nos bastidores do departamento de futebol, Guerrero já é visto distante do Flamengo após o fim do contrato, dia 10 de agosto. Com Henrique Dourado, que vai custar total de R$ 15 milhões, contratado em janeiro, o clube ainda foi ao mercado e fez alto investimento por três anos e meio de contrato com Fernando Uribe. Não foi à toa. São cerca de US$ 6 milhões – cerca de R$ 25 milhões – no período com a camisa do Flamengo.

Com postura elogiada no Flamengo – pelo profissionalismo da passagem pelo clube -, Guerrero disse durante a Copa que volta para cumprir seu contrato até o fim. A incerteza fica na utilização do atacante. Os representantes do jogador receberam sondagens de intermediários que buscam oferta do futebol árabe para o jogador peruano.

No Flamengo, ainda há a percepção de fragilidade na liminar concedida na Suíça para Paolo Guerrero atuar na Copa – o que lhe permite, em tese, também jogar pelo Rubro-Negro. Até 10 de agosto, o Rubro-Negro joga mais sete vezes. A data limite para mudanças na lista das oitavas da Libertadores é dia 5 de agosto. O Rubro-Negro ainda aguarda os próximos capítulos, mas a tendência é que Guerrero saia da lista e Uribe entre em seu lugar.


Jonas: caso indefinido

Além de Guerrero e Trauco, outra situação indefinida é do volante Jonas. A negociação com o Al-Ittihad não foi concluída. Ainda há conversas para a finalização da venda, mas o Rubro-Negro quer ver Jonas de volta aos treinos enquanto o contrato não for assinado.

Até o fechamento desta reportagem, não havia sinal de conclusão da venda e Jonas era aguardado para voltar ao Ninho do Urubu e se apresentar de volta aos treinos do Flamengo.

Fonte: GloboEsporte.com

ACESSE MAIS NOTÍCIAS >>

happy wheels 2 demo

Categoria: