Parece que o problema da falta de combustível afetou a equipe da baixada santista na tarde deste domingo e sofreu mais uma derrota.

O Santos enfrentou o Cruzeiro no estádio do Pacaembu pela 7ª rodada do Brasileirão e perdeu por 1 a 0. Com a vitória, a equipe mineira subiu na tabela do Campeonato Brasileiro e aumentou a crise no time de Jair Ventura. Na primeira etapa, as duas equipes fizeram um jogo parelho, mas o Peixe continua com problemas no meio-campo, sem criatividade e com falhas na marcação.

Pelo lado da Raposa, a equipe conseguiu desenvolver um bom futebol fora dos seus domínios e resolveu a partida com dois jogadores que saíram do banco de reservas, Raniel (deu a assistência) e Bruno Silva (autor do gol). O comandante cruzeirense, Mano Menezes, teve a sensação de papel cumprido, já que colocou ambos em campo e resolveram a partida rapidamente. É a famosa “mexida certa”.

Mesmo com a derrota, o Santos teve o que comemorar. O atacante Bruno Henrique, que sofreu uma séria contusão em seu olho no Campeonato Paulista, voltou aos gramados após meses de recuperação. O atleta que, tem velocidade e boa técnica, assustou em alguns momentos a equipe de Minas Gerais.

A diretoria do Peixe tem colocado alguns jogos no estádio do Pacaembu, mas é preciso rever o fator casa. O saldo até pode ser positivo, jogando no Paulo Machado de Carvalho, mas a equipe da baixada santista está pressionada. A pressão aumenta para o lado do técnico Jair Ventura, após as derrotas para Luverdense, pela Copa do Brasil, São Paulo e Cruzeiro, pelo Brasileirão e o empate com o Real Garcilaso, pela Libertadores da América.

O Cruzeiro não jogou apenas nos erros do Santos, que em dado momento teve uma bela oportunidade com o atacante Rodrygo, que deixou seu companheiro Gabigol em boa posição para marcar. A jogada não teve final feliz para os santistas. O atacante demorou muito para chutar e o zagueiro Dedé, do Cruzeiro, conseguiu chegar a tempo para o desarme.


O goleiro Vanderlei, do Santos, muito pedido para a Seleção Brasileira, conseguiu evitar o gol cruzeirense com algumas defesas. A equipe mandante não conseguia construir suas jogadas, mesmo com a entrada do atacante Bruno Henrique. Com muitos erros de passes e com espaços, o Cruzeiro conseguia se impor.

O castigo santista veio aos 30 minutos da segunda etapa, quando Robinho cobrou escanteio e Raniel desaviou. Bruno Silva, que não havia tocado na bola, conseguiu cabecear e sacramentar a vitória da Raposa. A equipe da baixada até se esforçou para empatar, em jogada de cabeça de Bruno Henrique, mas não teve jeito de evitar a derrota.
Com a derrota, o Santos permanece com seis pontos e está perto da zona de rebaixamento. Já a equipe do Cruzeiro alcançou os dez pontos na tabela e chega cada vez mais perto dos líderes do Campeonato Brasileiro.

FALA PROFESSOR!
Em entrevista após a derrota o técnico do Santos, Jair Ventura, disse sobre a necessidade de reforços.
“Isso não é novidade, a gente conversa direto, eu e o vice-presidente. Sabemos na necessidade de reforços, tanto que não tínhamos jogadores suficientes para ficar no banco por conta de lesões. Temos que dar um jeito e isso que vamos procurar fazer.” – falou o comandante santista.

VEJA AS ESTATÍSTICAS
Fonte: Lance
Posso de Bola
Santos 53% / 47% Cruzeiro
Finalizações
Santos 14 / 14 Cruzeiro
Desarmes
Santos 16 / 12 Cruzeiro
Passes certos
Santos 411 / 326 Cruzeiro
Passes errados
Santos 34 / 31 Cruzeiro
Cruzamentos certos
Santos 8 / 9 Cruzeiro
Cruzamentos errados
Santos 19 / 17 Cruzeiro
Cartões amarelos
Santos 1 / 4 Cruzeiro
Cartões vermelhos
Santos 0 / 0 Cruzeiro
Impedimentos
Santos 0 / 0 Cruzeiro
Escanteios
Santos 5 / 7 Cruzeiro


FICHA TÉCNICA

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Gustavo Henrique, David Braz e Dodô; Renato (Léo Cittadini), Diego Pituca (Bruno Henrique) e Jean Mota; Rodrygo, Eduardo Sasha (Yuri Alberto) e Gabriel.
Técnico: Jair Ventura.

CRUZEIRO: Fábio, Edilson (Lucas Romero), Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Thiago Neves (Raniel) e Robinho; Rafael Sobis e Sassá (Bruno Silva).

Técnico: Mano Menezes.
Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 27/5/2018 – 16h00
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Auxiliares: Pedro Martinelli Christino (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Público total: 10.670
Cartões amarelos: Henrique, Robinho e Egídio (CRU); Diego Pituca (SAN)
Cartões vermelhos: nenhum
Gols: Bruno Silva (CRU)

PRÓXIMA RODADA
O Santos enfrenta o Atlético-PR na próxima quinta-feira, às 21, na Arena da Baixada. Já o Cruzeiro pega o Palmeiras no Mineirão, às 21:45, na quarta-feira.

Por: Ricardo Valente

ACESSE MAIS NOTÍCIAS >>

happy wheels 2 demo

Categoria: