lucas-pratto-sao-paulo-linense-paulista-02-04-2017_qjn2pm3m3a6r1x0sv3eqwigtt
Entenda o motivo da saída de Pratto do São Paulo. Depois do treino desta segunda-feira, atacante argentino fala no CT;

“No Atlético e São Paulo foram os dois clubes que pedi para sair. Hoje estou pedindo por conta da minha filha. Falaram que eu estava voltando para ter visibilidade na seleção, isso é mentira. Se eu fizer 15 gols no São Paulo ou no River, é a mesma coisa. Minha filha está precisando de mim. Ano passado foi muito difícil para todo mundo, eu cresci e amadureci como pessoa”, finaliza Lucas Pratto.


“Se não chegasse um acordo, eu não ficaria aqui bravo e não sairia para outro clube. Eu estou deixando algum dinheiro para receber, mais que nada é uma coisa muito pessoal. Queria que parassem de falar o que estavam falando, que eu estou saindo porque sou mercenário, por causa do projeto… Minha prioridade é minha filha. Minha saída é só por isso, não é econômica e nem esportiva. Agradecer ao clube e ao torcedor que ano passado me deu todo apoio. Esse ano acho que vai ser diferente para o clube, vai ser de briga por títulos, se Deus quiser de conquistas. Se eu voltar algum dia, tem uma cláusula que o São Paulo tem preferência na contratação. Se eu voltar, volto para o São Paulo. Agradecer novamente ao clube, torcida e companheiros. Peço desculpas se fui forte com as palavras, mas acho que merecia falar”, diz Pratto.


Pratto: “É uma oportunidade única. Sou filho de pais separados. Hoje o mais importante é a minha filha. Estar perto dela será importante na idade que ela tem (sete anos). Falei ao Raí que se o River, que está me contratando, não atendesse os valores esperados, ficaria aqui. Fui o primeiro a chegar no dia 3. Não ficaria bravo. Todos sabem que tenho propostas de clubes brasileiros. Não é questão de dinheiro. Teria dinheiro a receber e estou deixando. Queria que parassem de falar porque sou mercenário ou que não gosto daqui. O projeto de 2018 é melhor do que 2017 com Raí e Ricardo Rocha, com as contratações que estão chegando. Mas minha prioridade é a minha filha. Não é algo esportivo ou econômico, nem por desgosto. Agradeço por terem atendido meu pedido. Agradeço ao clube e ao torcedor pelo apoio no momento difícil. Esse ano será diferente, para brigar por títulos”.

ACESSE MAIS NOTÍCIAS >>

happy wheels 2 demo

Categoria: