Mesmo com derrota para o Alviverde, a equipe santista fez um bom segundo tempo e está na briga pela vaga na final do Paulistão.

Santos e Palmeiras fizeram a primeira partida das semifinais do Campeonato Paulista no estádio do Pacaembu. A equipe do técnico Jair Ventura mais uma vez preferiu mandar seu jogo no estádio municipal, em busca de maior público e renda. Os torcedores não compareceram em grande massa e os 16.916 pagantes viram o Santos perder por 1 a 0.

Um confronto entre duas das maiores equipes do Brasil terminou em apenas 1 a 0. Tudo por conta de um goleiro chamado Jailson. O arqueiro palmeirense fechou o gol e impediu que o seu adversário empatasse e até vencesse no primeiro duelo entre os times. O arqueiro que, estava suspenso, obteve efeito suspensivo e foi liberado para enfrentar os santistas.

O segundo jogo que levará um dos dois à final do Paulistão também será no estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu. Isso porque no estádio do Palmeiras, o Allianz Parque, terá evento particular. Mas dessa vez terá um estádio inteiro contra e isso poderá fazer diferença.


O JOGO
Em uma partida que para muitos o Alviverde era o favorito, o resultado final deixou um pouco a desejar. Com a volta de Jailson a meta palmeirense e um time considerado ofensivo, a sensação é de que poderia ter feito mais. Mesmo com o mando santista, a equipe do técnico Roger Machado mandou na primeira etapa.

O Peixe entrou em campo buscando a vitória, mas não conseguia envolver a equipe do Palmeiras. E logo aos 13 minutos o Palmeiras marcou o seu gol. Em bela troca de passes entre o atacante Keno, o volante Bruno Henrique e Dudu, Willian recebeu e abriu o placar. A equipe santista falhou e não conseguiu impedir o gol palmeirense.

Mesmo sofrendo o gol logo no início da partida, os santistas tentavam buscar o empate. O grande problema foi que a equipe do Palmeiras estava atuando com jogadas rápidas, boas trocas de passes e ameaçando o alvinegro praiano. A marcação santista era frágil, o que permitia o Alviverde chegar a meta de Vanderlei.

O Peixe continuava em busca do gol de empate, mas esbarrava no palmeirense Jailson. Gabriel, o Gabigol, recebeu a bola e chutou, mas o arqueiro do Palmeiras conseguiu fazer a defesa. Em lance de escanteio, o volante Renato teve boa oportunidade em marcar, mas a sua cabeçada acabou sendo defendida por Jailson.

Na segunda etapa o Santos voltou com outra postura. Mas a tônica da partida foi a mesma. A equipe de Jair Ventura tentava o empate e as jogadas principais acabavam nas mãos de Jailson. Com muitos erros de passes, o Peixe perdia oportunidades de contra-ataques. Em bela jogada, o atacante Gabigol quase empatou aos 3º minutos. Jailson, mais uma vez, não permitiu.

Após a partida, o técnico Jair Ventura falou sobre as chances criadas pelo time da baixada santista e que pararam no arqueiro Jailson do Palmeiras.

“Não fazer o gol, me incomodou. É mais mérito do Jaílson, do que demérito dos nossos atacantes. Fiquei incomodado pelos números de chances que criamos. Pelas oportunidades que foram apresentadas, infelizmente, não conseguimos vencer” – disse o comandante do alvinegro praiano.


Veja as estatísticas
Fonte: Dados Footstats

Posse de bola: Santos 48% / 52% Palmeiras
Finalizações certas: Santos 5 / 4 Palmeiras
Finalizações erradas: Santos 8 / 12 Palmeiras
Cruzamentos certos: Santos 7 / 4 Palmeiras
Cruzamentos errados: Santos 21 / 8 Palmeiras
Passes certos: Santos 397 / 358 Palmeiras
Passes errados: Santos 44 / 33 Palmeiras
Lançamentos certos: Santos 12 / 13 Palmeiras
Lançamentos errados: Santos 20 / 25 Palmeiras
Desarmes certos: Santos 17 / 19 Palmeiras
Faltas cometidas: Santos 13 / 18 Palmeiras

FICHA TÉCNICA
SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Renato (Vítor Bueno) e Diogo Vítor (Rodrygo); Eduardo Sasha, Arthur Gomes (Jean Mota) e Gabigol.
Técnico: Jair Ventura.


PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha (Tchê Tchê), Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima; Keno, Willian e Dudu.
Técnico: Roger Machado.

JUÍZ: Flávio Rodrigues de Souza.
AMARELOS: Amarelos: Daniel Guedes, Alison, Dudu, Antônio Carlos e Thiago Santos
GOL: Willian (11 minutos da primeira etapa)
PÚBLICO: 16.916 pagantes
LOCAL: Pacaembu

PRÓXIMO JOGO
O próximo duelo entre Palmeiras e Santos será disputado na terça-feira, às 20:30, no estádio do Pacaembu.

Por: Ricardo Valente

ACESSE MAIS NOTÍCIAS >>

happy wheels 2 demo

Categoria: