O treino classificatório para o GP do Canadá, em Montreal, deu a pole position ao piloto alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. No circuito Gilles Villeneuve, sétima etapa da temporada 2018 da Fórmula 1, ele marcou 1min10s764 largará à frente de Valtteri Bottas, da Mercedes. O melhor tempo da fase final de classificação marcou o recorde de pista, superando Lewis Hamilton.

Com o resultado, Vettel desbancou o holandês Max Verstappen, da Red Bull, que liderou os três treinos livres em Montreal, e o inglês Lewis Hamilton, líder do Mundial de Pilotos. Verstappen e Hamilton fecham a segunda fila.

Kimi Raikkonen estava em terceiro depois das primeiras tentativas na Q3, mas foi para a grama na saída da curva 2 em sua segunda tentativa e teve de abortar a volta. O finlandês da Ferrari acabou em quinto, seguido por Daniel Ricciardo (Red Bull).
Nico Hulkenberg (Renault) obteve a sétima posição no grid, com Esteban Ocon (Force India) ao seu lado em oitavo. A quinta fila também tem Renault e Force India, com Carlos Sainz confortavelmente à frente de Sergio Perez.

A Mercedes é a única que seguirá utilizando no Canadá o mesmo motor que iniciou a temporada. Problemas no desenvolvimento do novo motor adiaram sua introdução para a próxima etapa, no GP da França. Com isso, Hamilton teme que esteja em desvantagem, já que seu motor já disputou seis corridas. “Nós tivemos que tomar a decisão de não trazer o upgrade para cá, infelizmente,” disse.


“Nós vamos fazer o melhor que pudermos, mas isso quer dizer que nosso desempenho não será o melhor. Nós temos milhares de quilômetros nesse motor, e ele sem dúvida perdeu desempenho. Num circuito como esse, o problema deve ser amplificado,” concluiu.

Os pilotos de Ferrari e Mercedes largarão com pneus ultramacios, já que usaram esse composto para estabelecer seus melhores tempos na Q2. A Red Bull e todos os outros nos 10 primeiros utilizaram os hipermacios.

O GP do Canadá, que marcará a corrida de número 300 do espanhol Fernando Alonso, costuma proporcionar provas interessantes e movimentadas. Não raramente o safety car é acionado, e largar na frente não é garantia de bom resultado. Nas últimas 16 edições da prova, somente em sete o pole venceu, e em quatro oportunidades o vencedor largou de fora do top 5.

A largada para o GP do Canadá está marcada para as 15h10 deste domingo, pelo horário de Brasília. Hamilton lidera o Mundial com 110 pontos, seguido por Vettel, com 96, Ricciardo, com 72, e Bottas, 68.

Confira o grid do GP do Canadá:

1: 5 Sebastian Vettel Ferrari Ferrari 1’10.764 221.858
2: 77 Valtteri Bottas Mercedes Mercedes 1’10.857 0.093 221.567
3: 33 Max Verstappen Red Bull TAG 1’10.937 0.173 221.317
4: 44 Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 1’10.996 0.232 221.133
5: 7 Kimi Raikkonen Ferrari Ferrari 1’11.095 0.331 220.825
6: 3 Daniel Ricciardo Red Bull TAG 1’11.116 0.352 220.760
7: 27 Nico Hulkenberg Renault Renault 1’11.973 1.209 218.131
8: 31 Esteban Ocon Force India Mercedes 1’12.084 1.320 217.795
9: 55 Carlos Sainz Jr. Renault Renault 1’12.168 1.404 217.542
10: 11 Sergio Perez Force India Mercedes 1’12.671 1.907 216.036
11: 20 Kevin Magnussen Haas Ferrari 1’12.606 1.842 216.230
12: 28 Brendon Hartley Toro Rosso Honda 1’12.635 1.871 216.143
13: 16 Charles Leclerc Sauber Ferrari 1’12.661 1.897 216.066
14: 14 Fernando Alonso McLaren Renault 1’12.856 2.092 215.488
15: 2 Stoffel Vandoorne McLaren Renault 1’12.865 2.101 215.461
16: 10 Pierre Gasly Toro Rosso Honda 1’13.047 2.283 214.924
17: 18 Lance Stroll Williams Mercedes 1’13.590 2.826 213.338
18: 35 Sergey Sirotkin Williams Mercedes 1’13.643 2.879 213.185
19: 9 Marcus Ericsson Sauber Ferrari 1’14.593 3.829 210.470
20: 8 Romain Grosjean Haas Ferrari sem tempo
Foto: getty-images

ACESSE MAIS NOTÍCIAS >>

happy wheels 2 demo

Categoria: